Herramientas de usuario

Herramientas del sitio


pt-br:lefispedia_-_interface_do_programa

A interface pode ser designada, de forma simplificada, como a interligação entre dois sistemas distintos. O que muitos denominam interface do programa é, na realidade, a categoria interface do utilizador, que, na interação do homem com um computador, combina o software (a parte visível do sistema operacional, o programa) com o hardware (parte física da máquina) afim de conduzir os processos de comunicação entre o indivíduo e a aplicação. Desse modo, aliam-se os dispositivos a serviço do usuário para atividades motoras e perceptivas (como o monitor, o teclado e o mouse, por exemplo) e as operações necessárias para controlá-los e transmitir/interpretar os comandos do utilizador, através de diversos símbolos e mensagens – aos quais a máquina responde gerando efeitos.

Houve três grandes tipos de interfaces de programa (melhor dizendo: do utilizador) até a atualidade: Batch (execução de ações – jobs – através de scripts e parâmetros de linha de comando, associada ao uso em Mainframes, os computadores de grande porte), Linha de Comando (Command Line Interface – CLI – originada das máquinas Teletype – TTY, oferecendo resultados relativamente rápidos) e Gráfica (Graphical User Interface – GUI – criada no intuito de facilitar a interação homem-computador, com o uso do mouse ou mesmo do teclado para manipular conteúdos na tela, os widgets – janelas, botões, menus, ícones etc. e também pequenos aplicativos flutuantes na área de trabalho de funcionalidades específicas, como previsão do tempo, cotação de moedas, relógio etc.).

Os primórdios da GUI, a atual interface padrão, remontam à década de 1960, com a criação do primeiro projeto liderada por Douglas Engelbar no Instituto de Pesquisa de Stanford, fundamentada em hiperlinks e posteriormente aprimorada pelos pesquisadores da Xerox. Estes, por sua vez, apresentaram o “Xerox 8010 Star Information System” como o primeiro SO comercial com janelas. Ao final da década de 70, Steve Jobs iniciou o desenvolvimento dos projetos “Lisa” e “Macintosh”, este lançado em 1984 e consagrado como o primeiro produto de interface gráfica de sucesso, com sua representação de arquivos como folhas de papel e diretórios com pasta de arquivos, oferecendo ainda despertador, calculadora e uma lixeira para os arquivos excluídos.

Atualmente, busca-se uma formulação da interface além do inicial conceito amigável. Demanda-se uma preocupação cada vez mais incisiva com a produtividade crescente do utilizador.

Fontes:

/home/lefisadmin/public_html/lefispedia/data/pages/pt-br/lefispedia_-_interface_do_programa.txt · Última modificación: 2017/03/21 11:18 (editor externo)