Herramientas de usuario

Herramientas del sitio


pt-br:formacao

Formação no sentido específico que esta palavra assume em filosofia e em pedagogia, em relação como termo alemão bildung, indica o processo de educação ou civilização, que se expressa nas duas significações da palavra cultura, entendida como educação e como sistema de valores simbólicos. 1. No significado referente à formação da pessoa humana individual, cultura corresponde ainda hoje ao que os gregos chamavam paidéia e que os latinos, indicavam com a palavra humanista: educação do homem como tal, ou seja, educação devida às boas artes peculiares do homem, que o distinguem de todos os outros animais. As boas artes eram a poesia, a eloquência, a filosogia, etc., às quais se atribuirá valor essencial para aquilo que o homem é e deve ser, portanto para a capacidade de formar o homem verdadeiro, o homem na sua forma genuína e perfeita. Para os gregos, a.C., nesse sentido foi a busca e a realização que o homem faz de si, da verdadeira natureza humana. E teve duas características constituidas: I) estreita ligação com a filosofia, na qual se incluiam todas as formas de investigação, II) estreita ligação com a vida social. Em primeiro lugar, para os gregos, o homem só podia realizar-se como tal na vida em comunidade na pólis: a República de Platão é a expressão máxima da estreita ligação que os gregos estabeleciam entre a formação dos indivíduos e a vida da comunidade; e a afirmação de Aristóteles de que o homem é ‘por natureza’ um animal político tem o mesmo significado. Mas, num e noutro aspecto, a natureza humana não é um dado, um fato, uma realidade impírica ou material já existente, independentemente do esforço de realização que é a cultura. Só existe como fim ou termo do processo de formação cultural; é, em outros termos, uma realidade superior às coisas ou aos fatos, é uma idéia no sentido platônico, um ideal, uma forma que os homens devem procurar realizar e encarnar em si mesmos. 2. No segundo significado, formação refere-se a cultura hoje especialmente usada por sociólogos e antropólogos, para indicar o conjunto dos modos de vida criados, adquiridos e transmitidos de uma geração para outra, entre os membros de determinda sociedade. Assim, cultura não é a formação do indivíduo em sua humanidade, nem sua maturidade espiritual, mas instituições que o definem.

Referências: Abbagnano, Neida. Dicionário de Filosofia. 5 ª ed. São Paulo: Martins Fontes, 2007. p. 263.

/home/lefisadmin/public_html/lefispedia/data/pages/pt-br/formacao.txt · Última modificación: 2017/03/21 11:18 (editor externo)